terça, 02 outubro 2018 12:34

Valor das Constelações com Figuras Destaque

Constelações com figures e o trabalho na Alma

Em constelações de grupo, aqueles que são posicionados na constelação estão ressonando a alma do sistema. Figuras não podem fazer isso.

Elas permanecem como objetos representativos que funcionam para o olho da mente.

Você não precisa pedir às figuras que saiam de seus papéis ao final da constelação.

Uma constelação de figuras pode ser limitada a uma representação visual, que era como eu trabalhava nos meus primeiros anos com a técnica.

As figuras forneciam uma ponte visual, um resumo gráfico do que havia sido discutido, um método que talvez permitisse sugestões indiretas.

Tudo isso pode ser muito útil, mas uma constelação com figuras pode oferecer mais.

É surpreendente o quão rapidamente ela estabelece um espaço para a alma na qual a “alma do grupo” pode ressonar.

Essa ressonância é efetuada pelo terapeuta e pelo cliente.

O trabalho de constelação não é apenas trabalhar com imagens visuais.

Ele toca e move porque oferece espaço para as imagens. Imagens espacialmente representadas são diferentes de imagens planas bidimensionais, não só por fornecerem as dimensões corretas para as relações, mas mais importante que isso, ao permitirem que algo surge para fora da imagem, algo difícil de descrever que não é visível através de um simples olhar para a imagem.

O que surge é como um campo de ressonância.

A ressonância do cliente e do terapeuta com a “alma do grupo” e suas dinâmicas não vem das figuras, mas através delas.

Ao mesmo tempo, uma constelação com figuras apóia um processo terapêutico que é externalizado e levado a partir de idéias e pensamentos internos.

Ele vive mais perto da realidade do que simplesmente “falar a respeito”.

A surpreendente profundidade dos sentimentos de ser tocado não vem só da constelação.

A “ressonância” é também conectada às palavras: a palavras que refletem verdades básicas, a palavras que trazem clareza, a palavras que ligam e palavras que desemaranham, a palavras de amor e força.

As experiências profundamente tocantes também emergem dos gestos, uma expressão física dos movimentos da alma.

Trabalhar com figuras tem um efeito profundo só quando vai além dos aspectos visuais para o campo da rede de relações, quando ao poder desse campo é permitido penetrar e abrir os diálogos e gestos que curam.

O valor das constelações com figuras como método

Qualquer um que esteja convencido da profundidade de alcance dos processos em sistemas familiares e na alma pode também de fato,trabalhar em direção a solução sem constelações, grupos de figuras, só através de um consciência dos fatos essenciais e destinos, estando em harmonia com a alma da pessoa que busca ajuda na procura por compreensão.

Normalmente, contudo, tais métodos fazem o trabalho do terapeuta mais fácil e também dão ao cliente acesso a aquilo que é essencial e crítico. Isso coleta informação, estrutura os procedimentos e foca a atenção.

Usando as constelações, é mais fácil para o cliente e o terapeuta experimentar estar num caminho conjunto, abrir ao que possa emergir das profundidades ocultas. Eles se juntam em um espaço da alma do cliente, só o tanto necessário para achar uma solução.

Em uma constelação de figuras e em uma imagem de solução, o cliente experimenta algo que pode ser levado para casa, algo que continua a trabalhar na alma e frequentemente só se desdobra plenamente em seus efeitos plenos após um certo período de tempo.

Talvez seja algo similar a uma apresentação teatral. Só ler a peça pode me manter falando, mas a apresentação no teatro é usualmente uma experiência mais profunda e mais impressionante. Isso é verdade, contudo, só quando permanece fiel ao coração da peça, à realidade e a uma transformação na audiência.

¨¨¨¨¨¨

[1] Jakob R. Schneider – Publicado em: Weber, Gunthard (Ed.) (2000): Praxis des Familien-Stellens. Beiträge zu Systemischen Lösungen nach Bert Hellinger. Heidelberg (Carl-Auer-Systeme).

Fonte: http://constelacaofamiliar.net.br/constelacoes-com-o-uso-de-bonecos-playmobil/